Tenho medo

Tenho medo de tudo
Medo do escuro que habita minha alma e espreita as esquinas dos meus pensamentos
Ruas tortuosas de alegria e sofrimento
Medo de não ser quem não sou
Ser quem não sou
Medo de ser
Medo de existir
Medo de desistir
Queria sentar numa cadeira qualquer perto de uma janela e chorar a vida inteira pela vida que eu perdi
Quero parar agora o mundo sob meus pés e chorar em um segundo deste revés toda essa tristeza que não cabe em mim
Essa dor que dói como se coubesse no meu peito todo o sofrimento desse mundo.

Anúncios

One Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s